Ghost in the Shell

Como fan de anime uma das minhas grandes lacunas era o Ghost in the Shell. Sim, nunca o tinha visto e o grande gatinho para o ver foi o trailer do filme que vai estrear em 2017 com Scarlett Johansson. Senti que o tinha de compreender para ter uma opinião.

O filme de animação é muito bom. No entanto sinto que em termos de argumento tem algumas lacunas comuns nos filmes dos anos 90 que dificultam a compreensão de todo argumento. Talvez se o ver de novo o compreenda de outra forma.

Depois de ver o filme de animação parti logo para o trailer de modo a perceber se a história é muito diferente ou não. Não apanhei no filme de animação o facto de ela ser mesmo um ser artificial criado a partir de um humano. Achei que isso era apenas um pressentimento dela e nunca ficou confirmado. Certas cenas do trailer também não me lembro de ver no filme, como a do cemitério e a do assassinato com as geishas. No entanto pode ser apenas uma forma de contar a história de forma um pouco diferente para o bem do argumento. Fiquei também contente com o manter do feeling geral do filme (Major, Basou e Togusa) bem como algumas das cenas mais importantes estão lá como a luta final contra o tanque.

Vamos ver se o resultado final vai ser fiel ao original. Não digo igual porque sei que o argumento do filme de animação não iria funcionar no cinema (desculpem fans incondicionais de Ghost in the shell, é uma opinião). No entanto espero que mantenha a ideia geral do filme, as principais cenas e mais importante o mesmo final.

Não sei se será um filme para todos, porque me parece que vai ser um filme de nicho para os fans. Sei que eu pelo menos estarei no cinema para o ver.

Entretanto fica o trailer que já saiu à cerca de 2 semanas. A estreia do filme no cinema está marcada para 31 de março nos estados unidos. Espero que seja a mesma data em Portugal.

Warhammer 40k

No passado, à cerca de 15 anos, eu adorava pintar miniaturas. O meu primeiro modelo foi um F14 Tomcat da Revell, depois montei um F16, um helicóptero camuflado (o qual não me lembro do modelo) e por fim comecei a montar o X-Wing que Luke SkyWalker usou no episódio VI : O regresso de Jedi o qual nunca cheguei a terminar. Hoje esses modelos penso que estão perdidos algures em casa dos meus pais.

Revell F-14 Tomcat

Mas recentemente, à cerca de 2 semanas, com a entrada de um novo colega no meu trabalho, ele apresentou-me um novo mundo. Um mundo que alia a fantasia e a pintura, o mundo de Warhammer. Mas apresentou-me algo que eu ainda não conhecia, o mundo do jogo de tabuleiro.

Warhammer é um tema que eu sempre achei fascinante, nomeadamente o universo de Warhammer 40k (Warhammer é fantasia medieval, enquanto Warhammer 40k é fantasia espacial). Adoro as armaduras dos Space Marines e devorei os dois primeiros Dawn of War. Mais recentemente quis dar uma olhadela ao jogo Space Marine, mas com a correria do dia a dia, acabei por só experimentar a demo da PS3. No entanto a sua origem não é nos video jogos mas sim nos jogos de tabuleiro. Um jogo de estratégia em que dois jogadores se enfrentam num campo de batalha. No entanto antes de se enfrentarem uma coisa tem de acontecer: têm de montar e pintar as figuras.

E quando vi isto, fez pop: tenho de experimentar! 2 semanas passaram e durante essas semanas vi dezenas de videos que ensinam técnicas de pintura, efeitos, como pintar cada uma das raças. Foquei-me obviamente numa em particular, aquela que acho ser a com mais estilo: os Chaos Space Marines.

Com isto, hoje foi dia de encomendar tintas (22 para ser mais exacto, incluindo primário), 7 pinceis, uma caixa e as ferramentas básicas para começar a pintar as 10 figuras que comprei no ebay. E a minha primeira vítima vai ser este senhor:

Chaos Space Marine

Pareceu-me bem começar com uma figura mais simples, antes de tentar voos muito altos.

Vamos ver como corre. Contarei a minha experiência em breve.

A Bela e o Monstro

Bela e o Monstro

Finalmente a Disney lançou o primeiro Trailer de A Bela e Monstro e pelas primeiras imagens parece estar fantástico.

Acho que principalmente o púbico feminino vai delirar e ter uma nostalgia incrível com este filme (sei que a minha mulher vai).

Pelo Trailer, o filme parece estar extremamente fiel ao filme de animação de 1991. Se o filme de animação está bom e conquistou gerações (a minha filha adora o filme), acredito que este filme vá conquistar outras tantas.

Gosto da forma como representaram os empregados do Castelo e principalmente da Caracterização do Monstro. É um Monstro, mas consegue ser meigo e cativante. Decerto vou levar a minha filha ao cinema para ver este filme.

Em jeito de nota final, fico feliz que Emma Watson consiga finalmente um outro papel importante para além daquele pela qual ela ficará eternamente conhecida: Hermione Granger de Harry Potter

Confirmada 3ª temporada de Young Justice!

Young Justice

Ainda recentemente estava a falar da possibilidade da CW ter a série live action de Young Justice e eis que a WB Animation anuncia que a minha série de animação preferida do universo de animação DC vai voltar. Prometem novos perigos e traições, mas mais que isso, a oportunidade de vermos mais aventuras destes heróis.

Young Justice Temporada 3

Nesta nova temporada voltam os produtores originais Brandon Vietti (Batman: Under the Red Hood e Superman: Doomsday) e Greg Weisman (Star Wars Rebels, Gargoyles e The Spectacular Spider-Man).

Infelizmente não há datas de lançamento, mas só por si a noticia do retorno é emocionante.

A série centra-se numa equipa de super heróis que são sidekicks/ex-sidekicks ou de alguma maneira relacionados com membros da Justice League:

Dick Grayson – O Robin original que mais tarde se torna NightWing. É o lider da equipa.
Kaldur’ahm – Este é o Aqualad, o sidekick de Aquaman. Ele partilha a liderança da equipa com o Nightwing.
Wally West – é o sidekick do Flash com o nome de código Kid Flash.
Conner Kent – Este é o Superboy, um clone do Super Homem criado por Lex Luthor.
Megan Morse – Ou M’gann M’orzz na sua língua nativa, é também conhecida por Miss Martian e é a sobrinha de Martian Man Hunter.
Artemis – É introduzida na história como a sobrinha do Green Arrow e tem o nome de código Tigress

Voltron vai ter um filme Live Action?

Com o sucesso da série Voltron: The Legendary Defender no Netflix, sucesso que lhe deu direito a uma segunda temporada (que estreia já em janeiro), a Universal, empresa que adquiriu recentemente a DreamWorks, começou a preparar o filme de Voltron.

Quem o vai escrever é, segundo site Deadline, David Hayter, escritor dos dois primeiros filmes de X-Men e actor de voz em jogos como Star Wars: The Old Republic e Dragon Age: Inquisition.

Voltron

Os filmes com Mechas estão na moda. Primeiro com Transformers (que apesar da qualidade foi um sucesso mundial), depois com Pacific Rim e este ano com o reboot de Power Rangers. Este último pertence também à Universal e talvez vá ser o decisor se o filme avança ou não. Por agora a Universal só encomendou os scripts, talvez após a estreia de Power Rangers ganhe a luz verde para avançar.

Por agora vamos ter de nos contentar com a série de animação da Netflix.

Novo trailer de Wonder Woman

Foi lançado hoje e está action packed. Vê-se bastantes cenas de luta (o que sugere que o filme vai ser cheio de acção) e mostra qual a motivação de Diana para entrar no mundo dos humanos.

Obviamente dado o historial de sucessos dos filmes da DC, as espectativas não estão muito altas apesar da Wonder Woman ser uma das melhores coisas que o filme Batman v Superman teve.

E sem mais demora, o trailer.

O filme tem estreia marcada para 1 de junho de 2017.

Young Justice na CW?

Hoje estava a ver o episódio número 3 da 2 temporada de Super Girl e de repente aparece M’gann M’orzz (também conhecida como Megan Morse ou Miss Martian). Só então me bateu:

  • A série The Flash introduziu Wally West como Kid Flash.
  • A série Arrow já introduziu Artemis Crock como Artemis.
  • Mon-El, o habitante de Daxam (o planeta irmão de Krypton) que apareceu no inicio da 2ª temporada.
  • E agora M’gann M’orzz no final do 3º episódio.

Agora só falta introduzirem o Aqualad (o ajudante do Aquaman) e o Robin (este dispensa introduções) para terem a equipa inicial de Young Justice formada.

Young Justice foi, para mim, a melhor série de animação da DC. Esta série centrava-se numa equipa de super-heróis constituída pelos ajudantes dos heróis originais da Liga da Justiça. Esta teoria a ser verdade (e tem grandes pernas para o ser), a CW está a preparar-se para lançar mais uma série para juntar ao seu mini universo DC (que já conta com 3 séries – The Flash, Arrow e DC Legends of Tomorrow).

Se a futura série for tão boa como a série de animação, temos equipa vencedora.

Young Justice

1 Ano de Blog

Faz hoje precisamente um ano que o Blog do Covil do Nuno começou a funcionar.

Foram 288 artigos, 102 comentários e 585 likes no facebook.

Foi uma boa viagem neste último ano e infelizmente nos últimos 3 meses o Blog teve de abrandar por falta de disponibilidade da minha parte até porque criei outro projecto totalmente dedicado a LEGO e em inglês, chamado The Lego Den.

No entanto é minha vontade continuar com o Covil Vivo e partilhar sempre que posso novidades e opiniões.

Obrigado a todos os que o seguem e venha mais um ano!