O que achei de Deadpool

Deadpool

Em jeito de antecipação do dia dos namorados, levei a minha mulher ver um filme romântico. E bolas, foi do outro mundo.

É o filme perfeito para os amantes de filmes de Super Herois. Tem acção, muita acção, muito sangue, algum romance (não usa-se o dia dos namorados como promoção) e muita muita comédia. Foi difícil para todos os que estavam a assistir em ficarem mais de 1 minuto sem libertar um sorriso ou uma valente gargalha.

Tentando não dar nenhum spoiler, Deadpool faz referências a tudo. Desde filmes da DC, até outros filmes de Super Heróis, passando até por actores da vida real ou mesmo os próprios realizadores e estúdio do filme. Não há limites e não há papas na língua.

Não irei obviamente descrever a história. Apenas irei dizer que, na minha modesta opinião, Deadpool vale bem uma ida ao cinema e vale bem a pontuação de 8.8 no IMDB. Não por ser um filme épico, mas primar pela inovação e irreverência. Digamos que Ryan Reynolds se redimiu e bem do seu papel como Lanterna Verde (embora não considere que a culpa tenha sido dele). Não imagino outro actor que encaixe-se melhor na pele do Anti-Herói de fato vermelho.

Se forem ver o filme, esperem pelo final dos créditos. Vale a pena para soltar mais umas gargalhadas valentes.

One thought on “O que achei de Deadpool”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.