Power Rangers 2017

Eu estava a tentar conter-me a falar deste tema até ter pelo menos um trailer, mas…. bom, ganhei coragem e hoje vai ser o dia… Preparem-se para um artigo grande!

Sempre fui um aficionado por artes marciais. Talvez por isso pratique uma há cerca de 20 anos.

Desde que a televisão portuguesa começou a imitir Super Sentai, as velhinhas séries JetMan e Turbo Rangers, fiquei vidrado. Grandes lutas contra monstros vindos de outro mundo, monstros que cresciam até terem tamanho de arranha céus, 5 jovens que se transformavam e ganham poderes, 5 robots gigantes que se juntavam e formavam um super robot. O que é que esta série tinha para um pequeno rapaz de 10 anos não gostar? Nada! Era tudo brilhante!

Turbo Rangers e Jetman

Como o tempo apareceram os Power Rangers. A versão americana de Sentai que usava algumas cenas do Sentai original editadas, regravava as cenas onde os personagens principais apareciam sem fato e contava uma nova história mais adaptada ao mercado ocidental. E não fazia só isso! Al longo de 4 temporadas (Power rangers, Power Rangers Zeo, Power Rangers Turbo e Power Rangers in Space) sentiu-se uma sensação de continuidade o que tornava a série ainda mais mística e profunda.

Obviamente o argumento das séries não era muito elaborado e os actores não eram nada de excepcional. 3 dos Rangers originais sairam ao final de algum tempo devido a problemas com a Saban. Dos 3 que sobraram, o Ranger Verde, Tommy Oliver (Jason David Frank), tornou-se o mais mítico e grandioso de sempre e ficou durante quase desta primeira parte da série, voltando em séries posteriores tanto pontualmente, como recorrentemente. A Ranger Rosa, Kimberly (Amy Jo Johnson), também ficou mais ou menos o mesmo tempo que Tommy abandonando a série pela mesma altura. Finalmente Billy (David Yost), o Ranger Azul, foi o Ranger que durou mais tempo e só saiu da série após 154 episódios e apenas saiu por problemas com o restantes actores da altura por causa da sua homosexualidade.

Esta era trouxe ainda dois filmes: Power Rangers, The Movie e Turbo. Enquanto no primeiro a história foi re-inventada com novas armaduras, novos Zords (feitos digitalmente) e um novo vilão, Ivan Ooze, numa história que hoje considero um pouco tonta, mas que na altura, só pelos novos Zords e armaduras me conquistou. Em Turbo nada foi re-inventado e apenas se limitaram a fazer um filme onde os Power Rangers ganhavam novos poderes e era uma continuação da história da série.

Em 2017 a Saban, entidade responsável pelos Power Rangers, vai lançar um filme que se propõe a ser um remake total da série original. Novos Power Rangers, novos Zords, novos Fatos, velhos vilões re-inventados. E vamos começar pelo Logo:

Power Rangers Movie Logo

E começa logo bem… Para além de ser um logo banal que podia estar bem melhor, podiam ao menos ter acertado no lado para o qual o raio está virado para ficar coerente com a série original.

Power Rangers Original Logo

Depois temos a Rita Repulsa interpretada por Elizabeth Banks, uma atriz já com alguma bagagem de filmes no seu currículo (como Hunger Games). Gostei do aspecto dela. Tem ar de vilã bem mais sólido que o da Rita Repulsa original que tinha um ar bastante tolo. O fato dela lembra um pouco os novos fatos de Power Ranger, o que pode querer dizer que pode haver uma ligação nomeadamente com o Ranger Verde.

Rita Repulsa

O que me leva aos novos fatos de Power Rangers. Mudaram completamente. O spandex colorido colado ao corpo deu lugar a um fato high tech que lembra a armadura de Iron Man (será que também voam?).

Power Rangers

Se gosto? Não. Preferia algo mais armadura. Acho que os fatos são demasiado brilhantes, demasiados high tech, não nos transportando para o imaginário da série original. Preferia que fossem mais como 2 concepts que encontrei na internet que penso que estão mais próximos daquilo que podiam ser os novos fatos. Mais actualizados, transportando-nos, com pequenos detalhes, para a série original (principalmente o da esquerda).

Rangers Concept

Gostos à parte, aprecio a iniciativa que querem renovar o IP para a nova geração de crianças, adolescentes e adultos. Vou esperar pelo primeiro trailer para me alargar (ainda mais?!) na minha opinião. No entanto tenho algum receio de onde isto pode parar. Mas, como hoje em dia se diz: Pior que o Dragon Ball Evolution dificilmente será!

One thought on “Power Rangers 2017”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.